Please wait while JT SlideShow is loading images...
CoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGauchoCoxixoGaucho

 

 

RAMON SIXTO RIOS E MERCEDES STRICKLER UMA GRANDE HISTÓRIA DE AMOR

Nascido em 1913 na antiga cidade de Federación (Entre Ríos), se mudou para Buenos Aires na decada de 30. Em 1939 conheceu Mercedes Strickler, Merceditas, uma jovem camponesa moradora da zona rural próxima ao povoado de Humboldt, província de Santa Fe, onde foi com uma companhia de teatro.

Ramón e Merceditas mantiveram um namoro formal durante dois anos, principalmente por carta, visto que eles continuaram morando em suas respectivas cidades, Buenos Aires e Humboldt.

Em 1941, Ríos propôs o casamente a Mercedes, mas ela não aceitou dando fim ao namoro. Apesar disso, Ríos continuou lhe enviando cartas por muitos anos. Como consequência da dor desse amor não correspondido, Ríos compôs o chamamé "Merceditas", considerada, junto com "Zamba de mi esperanza", a mais famosa música de raíz folclórica Argentina e uma das 13 mais famosas da música popular do país, cuja letra foi traduzida para nove idiomas e foram feitas versões da música por mais de 90 intérpretes de várias partes do mundo.

Mercedes Strickler

Assista reportagem no video TV coxixo

 

Fonte; Somos do Sul